Descubra como escolher a fonte certa para a sua marca

Por Criar.io

23/10/2019     Tempo de leitura: 2.5 min

Descubra como escolher a fonte certa para a sua marca

(Foto por Jeroen den Otter)

Atualmente é muito importante ter uma identidade visual coerente, padronizada e bem aplicada na sua empresa. Pode parecer um exagero, mas uma identidade visual bem feita pode trazer resultados e ajudar você a melhorar os seus negócios.

Ao escolher uma fonte para a comunicação da sua empresa, note que a ela não está ali apenas para transmitir alguma informação literal.

A tipografia é importante no design da marca, potencializa mensagens, estabelecendo conceitos através do significado das palavras em questão e a imagem que assume em sua representação, seja ela gráfica ou digital.

É um componente da arte, complementa todo um contexto que é criado a partir da essência daquilo que a comunicação quer vender. Por conta disso, nem sempre uma fonte bonita se encaixa no dado contexto, o que pode levar ao erro de comunicação.

Cuide da sua Identidade Visual

A Identidade Visual é a aplicação do logotipo, conjunto de cores e fontes que compõem os materiais gráficos da empresa, assim como os espaços de exposição da marca, como em redes sociais, por exemplo.

Para criar uma identidade visual, é necessário analisar o nome e o logotipo que sua empresa carrega. Após essa análise, deve-se escolher as cores mais adequadas, aquelas que combinam mais com o logotipo, assim como o público-alvo.

O significado das cores é muito importante neste processo de criação da identidade visual. Aqui é importante optar pela harmonia entre Logotipo + cores adequadas e público-alvo.

Tipos de fontes para escolher

As fontes são um elemento muito poderoso na identidade visual da sua empresa, elas devem combinar com as cores, logotipo e público-alvo. As fontes clássicas geralmente possuem “serifa”. Neste caso, as serifas formam as palavras com mais facilidade, servindo para trazer fluência ao texto, pois assim o leitor tende a perceber palavras e não somente um conjunto de letras. Exemplos como textos corridos, livros e jornais escolhem este tipo de fonte, principalmente por trazer uma linguagem mais rebuscada.

Já as fontes sem “serifa” encontram maior variedade e mais formas. São de estilo mais despojado, o que geralmente remete a modernidade, informalidade e objetividade.

Avalie sua marca e tome a decisão correta

Agora que você já sabe algumas dicas de como criar a identidade visual da sua marca e o seu logotipo, pense no conceito do trabalho que o seu designer vai desenvolver.

Fique atento a todos os sinais que o público-alvo te dá, quais suas preferências e aderências. Se você trabalha com moda, pode escolher fontes que remetem a elegância e sofisticação, usando fontes com “serifa”.

Pensando por outro lado, uma empresa de videogames, optaria pela escolha de fontes sem serifa, que remetem a jovialidade e modernidade. É muito importante fazer essa distinção, principalmente por que o seu público é único e tem preferências que podem ser muito bem exploradas.

Portanto, o profissional de comunicação que você contratar deve estar sempre atualizando sua formação e investindo em atualizações sobre o mercado e tendências de tipografia. Assim, poderá fazer um bom trabalho na criação de identidade visual para você.

search
Criar e imprimir cartão de visita e flyer

Outros artigos que podem ser do seu interesse